segunda-feira, 16 de julho de 2018

Os meus pasteis de bacalhau...

Há muito tempo que uma das coisas que nunca faltam nas minhas festas é....
                    .........pastéis de bacalhau caseiros!!
Devo dizer que comecei a fazer por necessidade - não tinha ainda nenhum robot de cozinha na altura e pareceu me um dos salgados mais simples de fazer - e pedi a receita à minha mãe.
Vamos lá ver, pensei que ia correr muito mal à primeira....que iam ficar moles ou que iam-se desfazer e nada feito... mas não. Correu bem logo desde a primeira vez, a minha miúda gosta muito e por isso está sempre lá e muitas vezes levo para festas de aniversário na sua lancheira.

Atenção a massa é fácil de fazer.... o que demora é mesmo moldar os pasteis de bacalhau, mas com a prática, torna-se mais fácil. E já sabem façam quando tiverem tempo e congelem, conselho de amiga!

O que vão precisar... para 30 pasteis de bacalhau (médios)

5/6 batatas grandes
1 cebola média
2 ovos médios
800g de bacalhau ou 2/3 postas de bacalhau
Salsa q. b.
óleo para fritar

Como fazer...

Vamos cozer as batatas e o bacalhau.
Toca a picar a cebola, a salsa, desfiar o bacalhau e passar a batata a puré.
Bater os ovos e colocar lá a cebola e a salsa.
Juntar o bacalhau ao puré de batata. De seguida adicionar a mistura de ovos, cebola e salsa.
Misturar tudo muito bem.
Agora vai buscar duas colheres de sopa e toca a moldar de uma colher para outra fazendo a forma como está na foto, ir colocando num compartimento para congelar ou indo diretamente para fritar num óleo bem quente.

Truques para não correr mal:
 - Veja se a mistura não fica muito liquida e para isso vá colocando os ovos aos poucos e vá mexendo e se achar que está a ficar liquido não coloque mais; tenha cuidado com a água do bacalhau das batatas também...
 - o óleo tem que estar bem quente senão os pasteis vão garantidamente ficar moles.
 - se os congelar têm que fritá-los logo, não os deixe descongelar porque senão ficam com água e garanto não vão ficar bom e vão espalhar-se pelo óleo...
 - a qualidade das batatas também importante...

Divirtam-se e desfrutem!!



quinta-feira, 5 de abril de 2018

Pataniscas de bacalhau.... ficaram TOP!!

Há anos que não comia pataniscas de bacalhau.... já ando para fazer e depois fica para depois, e depois lá vem a ideia e fica para depois....desta vez aproveitei a pausa lectiva e tive que arriscar numa troca de farinha na receita de pataniscas do livro da Bimby, a minha Sofia nunca tinha comida. E eu bem caladinha nas minhas experiências na cozinha, nada disse, com receio que não me corresse bem.
Só nós mães é que sabemos como seria defraudar as expectativas da miúda de experimentar algo novo e depois como nós bem sabemos, não bastava ir ali ao supermercado ou mercearia de esquina improvisar, isso não acontece connosco....vá já existem alguns mimos ali no supermercado da esquina mas raros como bem sabemos.


O que precisamos 

800g de água
400g de bacalhau
10 pés de salsa
150g de cebola
4 ovos
250g de farinha Mix Pan da Schar
100g de polvilho doce
óleo q. b. para fritar

Como foi ( usei a minha bimby)

1. Coloque no copo a água e a varoma com o bacalhau e coza 25 min/Varoma/vel1. Retire e reserve a água.
2. No copo limpo coloque o bacalhau e desfie 3 seg em vel. 4. Retire e reserve.
3. Coloque no copo a salsa e a cebola e pique 5 seg/vel 5. Retire e reserve.
4. Coloque no copo os ovos, as duas farinhas, 300g de água reservada e bata 10 seg/vel 5.
5. Adicione o bacalhau e a cebola com a salsa reservados e envolva 5 seg/vel3.
6. Agora é só aquecer óleo numa frigideira e frite pequenas porções (usei uma colher de sopa). 
7. Atenção que quando o óleo está muito quente é rápido, vá virando e retirar para um preto com papel absorvente para retirar o excesso de óleo.


Ficaram ótimos e eu nem acredito que improvisei e correu super bem à primeira!!
Foram aprovadissímos!!!
Terá sido do amor e do tempo que coloquei? 💓


Experimentem e já agora....
..... Desfrutem e divirtam-se!!

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Mini Hambúrgueres de Atum e Grão

Andava com aquela receita "fisgada" e íamos ficar por casa, pensei, não passa de hoje mas a receita tinha mostarda e eu não tinha em casa...pensei - improvisa!!

Vamos lá ver o que pus na mesa para fazer o mini hambúrguer de atum (depois acrescentei grão que adoro, mas podem tentar sem grão)

O que eu usei.... (deu para 8 mini hambúrgueres)

2 latas de atum conserva ao natural
2 ovos
1/2 cebola
3 dentes de alho
1 tomate
1/2 ou 1 lata de grão cozido
2 a 3 colheres de sopa de polvilho doce ( ou mais para espessar a massa)
alecrim, salsa, gengibre, e/ou cebolinho a gosto.... (não coloquei sal)

Colocar o grão num robot de cozinha (bimby, no meu caso) e picar a gosto e retirar; picar o tomate, a cebola e o alho a gosto e retirar; agora é juntar tudo aos poucos e ir colocando no fim o polvilho até a massa ficar um pouco espessa. Coloquei no frigorífico uns 45 minutos e depois foi mais fácil de moldar  uns mini hambúrgueres.
Depois é só colocar um fio de azeite numa frigideira e está feito - simples e rápido!!  Para a próxima vou experimentar no forno e conto.
                           Experimentem com os ingredientes ao vosso gosto...
                                                                .................. ficou ótimo e, claro, sem glúten!!

Desfrutem e divirtam-se!!

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

A prova dos nove....

Da primeira vez, depois de iniciar a dieta, foi menos stressante, os valore dos anticorpos só podiam descer....e na altura foi o que aconteceu, de tal forma que a nossa gastroentologista pediatrica nos deu os parabéns - obter aqueles resultados em seis meses era muito bom! Não, ainda não tinham "negativado" ( não eram inferiores a sete) mas estávamos no bom caminho....

Na segunda análise, passado um ano, o coração quase me saltava do peito enquanto os meus olhos passavam pelos valores - queria muito que "negativasse" - queria muito que aquele intestino já fosse igual ao dos outros meninos - é quase como se alguém estive ali com um carimbo de BOA MÃE ou MÁ MÃE pronto a colocar-me em cima!! É parvo, talvez, mas é como me sentia....

.... as dúvidas que muitas mães têm em relação a tanta coisa, aqui  eram ali traduzidos em números....

   .... Será que fiz sempre bem?
    ... Será que confiei demais?
   .... Será que a alimentação dela tem sido correta e tem tudo o que deveria ter?
   .... Será?

... O bom é que tem corrido bem!! Ela "negativou" e tem sido sempre assim...todos os anos!! E este ano será igual? Agora, passados quatro anos....a ansiedade ainda se mantém mas é diferente, tenho  mais confiança de que fazemos tudo para que ela seja tão saudável como qualquer outra criança e é só...

       ..... manter a dieta sem glúten sempre!!!

Se me perguntam se estamos com ela sempre, se vemos tudo - Não, é verdade que não, mas ela própria já se defende, vai questionando lá na escola e não come se não lhe garantirem e mesmo se o fizerem ela, por vezes, desconfia....é muito ciente do que tem e quer estar sempre bem e crescer bem saudável, como sempre lhe digo.

    É verdade que sou otimista sim...mas ser mãe traz nos "aquela" ansiedade certo?



A minha miúda teve o diploma de bravura com todo o mérito!! Desde sempre que não deita uma única lágrima e toca de olhar para a seringa sempre!!
 Digam lá se não tenho uma miúda 5 estrelas!!

domingo, 14 de janeiro de 2018

Pão de ló de Alfeizerão... para começar o ano!!

Começamos o ano com...
Pão de ló de Alfeizerão... 
É super fácil de fazer!!
Foi só trocar a farinha desta receita que vi aqui!!

Para mim a melhor farinha para bolos é a Doves Farm!!
Normalmente compro no Celeiro porque tenho 10% de desconto com o cartão de sócio da APC mas também há com este mesmo desconto na Coutyfil.

É um pouco doce mas uma vez não são vezes... como se costuma dizer!!
Desfrutem e divirtam-se!!


terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Acabamos o ano com... pãezinhos com chouriços


Há algum tempo que ando com vontade de fazer pão com chouriço.... ora pão já faço "com uma perna às costas" como se costuma dizer e foi só ter chouriço sem glúten - do pingo doce - que pus "mãos à obra"!!

O pão agora tenho feito sempre na Bimby:

450g de água
8g de fermento seco da Schar
500g de farinha SG da Hacenda ( trouxeram me de Espanha) ou da Mix Pan da Schar
10g de Psilium Buscks (não falha! nenhuma receita de pão)
10g de Sal
15g de azeite


 Coloque  primeiro a água e 8g de fermento -  2min/37ºc/ vel2. Depois a farinha, seguido do sal, depois o azeite; e no fim Pslium Buscks -  3min/ amassar. Entretanto já aqueci um pouco o forno e desliguei porque agora coloco numa bandeja e tapo com um pano e coloco no forno desligado por uns 50/60 minutos ou até dobrar o tamanho.
 Pré aqueça o forno a 180ºC. 
 Depois é só colocar na bancada farinha (usei arroz) e nas mãos, depois amassasse mais um pouco e dividir a massa em seis ou sete partes. Espalmasse cada parte um pouco coloca-se o chouriço cortado e depois "embrulha-se"   e vira-se e dá-se três cortes, o mesmo processo para cada um. 
 Agora é só pincelar com um pouco de azeite para corar e colocar no tabuleiro com papel vegetal e ir para o forno a 180ºC e uns 30 minutos, conforme o forno.


Tenho feito mais pães para depois congelar e a minha filha levar no seu lanche da escola e a receita tem sido esta, não costuma falhar!!

Afinal não é assim tão difícil... é não desistir e ir aprendendo algumas dicas importantes!!
Toca a experimentar e contar tudo....Divirtam-se e Desfrutem!!


quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

A nossa mesa de Natal sem glúten....


O Natal foi cá em casa e...de novo, andei a pensar o que iria fazer este ano. Repeti algumas receitas de anos anteriores, como a queijada de leite e laranja e as bolachinhas que fiz com as minhas miúdas (já começa a ser um hábito natalício) e fiz uns bolinhos de canela, a minha mãe trouxe  arroz doce e o seu pudim (sem glúten, claro), desta vez a minha cunhada que anda a mudar a alimentação e já tem feito algumas receitas sem glúten trouxe bolo de chocolate...
                                     ..................e uns ferrero rocher - versão sem glúten!
Ok...vamos lá voltar atrás...os bolinhos de canela vi no blog da Rapariga do Blog ao Lado que adaptou do blog As Receitas da Mãe Galinha e adorou, ora eu não contraponho - são boas mas boas!!
Têm que experimentar!!


A outra novidade - ferrero rocher - veio pelas mãos da Silvia - a receita, requisitei-a logo!!
Cá vai, precisam de:
6-8 tâmaras previamente demolhadas e descaroçadas
200g de avelãs (previamente tostadas no forno a 200º durante 10-15 min)
2 colheres de sopa de óleo de coco
3 colheres de sopa de cacau cru ( ou triturar chocolate Nestlé 70% cacau)
Depois das avelãs tostadas, com a ajuda de papel alumínio, esfrega-las contra o tabuleiro para sair a casaca com mais facilidade. Depois coloca-las, em conjunto com as tâmaras, numa trituradora e triturar tudo até obter uma pasta, mas antes da avelã  se desfazer . Depois é só juntar o cacau e o óleo de coco e envolver bem. Levar ao frigorífico 15 min só para ser mais fácil fazer as bolinhas....
Como viram é sem glúten e sem açucar!! 
O pão também houve sem glúten - um feito por mim e outro feito por ela, de novo!! No dia seguinte na casa dos meus cunhados havia uma tarde de amêndoa sem glúten que foi igualmente aprovada!!
Já todos sabem os cuidados a ter e já tenho ajuda da família o que é tão bom!

Tenho muita sorte, não tenho?!

A receita dos pães fica para a próxima publicação que prometo que será para breve, não vou deixar passar mais tempo sem que passe por cá!!


                                                                Bom Ano Novo!!