quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

A prova dos nove....

Da primeira vez, depois de iniciar a dieta, foi menos stressante, os valore dos anticorpos só podiam descer....e na altura foi o que aconteceu, de tal forma que a nossa gastroentologista pediatrica nos deu os parabéns - obter aqueles resultados em seis meses era muito bom! Não, ainda não tinham "negativado" ( não eram inferiores a sete) mas estávamos no bom caminho....

Na segunda análise, passado um ano, o coração quase me saltava do peito enquanto os meus olhos passavam pelos valores - queria muito que "negativasse" - queria muito que aquele intestino já fosse igual ao dos outros meninos - é quase como se alguém estive ali com um carimbo de BOA MÃE ou MÁ MÃE pronto a colocar-me em cima!! É parvo, talvez, mas é como me sentia....

.... as dúvidas que muitas mães têm em relação a tanta coisa, aqui  eram ali traduzidos em números....

   .... Será que fiz sempre bem?
    ... Será que confiei demais?
   .... Será que a alimentação dela tem sido correta e tem tudo o que deveria ter?
   .... Será?

... O bom é que tem corrido bem!! Ela "negativou" e tem sido sempre assim...todos os anos!! E este ano será igual? Agora, passados quatro anos....a ansiedade ainda se mantém mas é diferente, tenho  mais confiança de que fazemos tudo para que ela seja tão saudável como qualquer outra criança e é só...

       ..... manter a dieta sem glúten sempre!!!

Se me perguntam se estamos com ela sempre, se vemos tudo - Não, é verdade que não, mas ela própria já se defende, vai questionando lá na escola e não come se não lhe garantirem e mesmo se o fizerem ela, por vezes, desconfia....é muito ciente do que tem e quer estar sempre bem e crescer bem saudável, como sempre lhe digo.

    É verdade que sou otimista sim...mas ser mãe traz nos "aquela" ansiedade certo?



A minha miúda teve o diploma de bravura com todo o mérito!! Desde sempre que não deita uma única lágrima e toca de olhar para a seringa sempre!!
 Digam lá se não tenho uma miúda 5 estrelas!!

domingo, 14 de janeiro de 2018

Pão de ló de Alfeizerão... para começar o ano!!

Começamos o ano com...
Pão de ló de Alfeizerão... 
É super fácil de fazer!!
Foi só trocar a farinha desta receita que vi aqui!!

Para mim a melhor farinha para bolos é a Doves Farm!!
Normalmente compro no Celeiro porque tenho 10% de desconto com o cartão de sócio da APC mas também há com este mesmo desconto na Coutyfil.

É um pouco doce mas uma vez não são vezes... como se costuma dizer!!
Desfrutem e divirtam-se!!


terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Acabamos o ano com... pãezinhos com chouriços


Há algum tempo que ando com vontade de fazer pão com chouriço.... ora pão já faço "com uma perna às costas" como se costuma dizer e foi só ter chouriço sem glúten - do pingo doce - que pus "mãos à obra"!!

O pão agora tenho feito sempre na Bimby:

450g de água
8g de fermento seco da Schar
500g de farinha SG da Hacenda ( trouxeram me de Espanha) ou da Mix Pan da Schar
10g de Psilium Buscks (não falha! nenhuma receita de pão)
10g de Sal
15g de azeite


 Coloque  primeiro a água e 8g de fermento -  2min/37ºc/ vel2. Depois a farinha, seguido do sal, depois o azeite; e no fim Pslium Buscks -  3min/ amassar. Entretanto já aqueci um pouco o forno e desliguei porque agora coloco numa bandeja e tapo com um pano e coloco no forno desligado por uns 50/60 minutos ou até dobrar o tamanho.
 Pré aqueça o forno a 180ºC. 
 Depois é só colocar na bancada farinha (usei arroz) e nas mãos, depois amassasse mais um pouco e dividir a massa em seis ou sete partes. Espalmasse cada parte um pouco coloca-se o chouriço cortado e depois "embrulha-se"   e vira-se e dá-se três cortes, o mesmo processo para cada um. 
 Agora é só pincelar com um pouco de azeite para corar e colocar no tabuleiro com papel vegetal e ir para o forno a 180ºC e uns 30 minutos, conforme o forno.


Tenho feito mais pães para depois congelar e a minha filha levar no seu lanche da escola e a receita tem sido esta, não costuma falhar!!

Afinal não é assim tão difícil... é não desistir e ir aprendendo algumas dicas importantes!!
Toca a experimentar e contar tudo....Divirtam-se e Desfrutem!!


quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

A nossa mesa de Natal sem glúten....


O Natal foi cá em casa e...de novo, andei a pensar o que iria fazer este ano. Repeti algumas receitas de anos anteriores, como a queijada de leite e laranja e as bolachinhas que fiz com as minhas miúdas (já começa a ser um hábito natalício) e fiz uns bolinhos de canela, a minha mãe trouxe  arroz doce e o seu pudim (sem glúten, claro), desta vez a minha cunhada que anda a mudar a alimentação e já tem feito algumas receitas sem glúten trouxe bolo de chocolate...
                                     ..................e uns ferrero rocher - versão sem glúten!
Ok...vamos lá voltar atrás...os bolinhos de canela vi no blog da Rapariga do Blog ao Lado que adaptou do blog As Receitas da Mãe Galinha e adorou, ora eu não contraponho - são boas mas boas!!
Têm que experimentar!!


A outra novidade - ferrero rocher - veio pelas mãos da Silvia - a receita, requisitei-a logo!!
Cá vai, precisam de:
6-8 tâmaras previamente demolhadas e descaroçadas
200g de avelãs (previamente tostadas no forno a 200º durante 10-15 min)
2 colheres de sopa de óleo de coco
3 colheres de sopa de cacau cru ( ou triturar chocolate Nestlé 70% cacau)
Depois das avelãs tostadas, com a ajuda de papel alumínio, esfrega-las contra o tabuleiro para sair a casaca com mais facilidade. Depois coloca-las, em conjunto com as tâmaras, numa trituradora e triturar tudo até obter uma pasta, mas antes da avelã  se desfazer . Depois é só juntar o cacau e o óleo de coco e envolver bem. Levar ao frigorífico 15 min só para ser mais fácil fazer as bolinhas....
Como viram é sem glúten e sem açucar!! 
O pão também houve sem glúten - um feito por mim e outro feito por ela, de novo!! No dia seguinte na casa dos meus cunhados havia uma tarde de amêndoa sem glúten que foi igualmente aprovada!!
Já todos sabem os cuidados a ter e já tenho ajuda da família o que é tão bom!

Tenho muita sorte, não tenho?!

A receita dos pães fica para a próxima publicação que prometo que será para breve, não vou deixar passar mais tempo sem que passe por cá!!


                                                                Bom Ano Novo!!


quarta-feira, 26 de julho de 2017

Os gelados Olá e a "frescura" da Sofia

Cá por casa o Verão é sinónimo de praia; piscina; "aventuras" - como diz a minha Leonor - que são somente e apenas viagens à descoberta com direito a muito passeio e muitos piqueniques; e gelados da Olá!!!

O engraçado é que já fui comer gelados da Santini que têm muitas opções sem glúten e têm a preocupação de abrir um gelado novo só para servir o celíaco devido à contaminação ( uma mais valia) e ela prefere os da Olá!! (eu não posso dizer o mesmo)

Os gelados da Olá têm cada vez mais opções sem glúten como se pode ver aqui!

Embora existam estas opções todas as minhas filhas agora só sabem escolher o Corneto de Chocolate - a Leonor, que come de tudo com ou sem glúten - e a Sofia escolhe sempre o Magnum Clássico.

No outro dia estávamos no café e elas a comer os seus gelados, como sempre. A minha Leonor vai me pedindo para ir trincando o centro do topo do Corneto pois ela diz que não consegue - deve ter alguma sensibilidade ao frio nos dentes - e pede-me sempre e eu lá vou dando dentadas....e isto tem acontecido sempre.

Na conversa que estavamos a ter as três eu dizia - "Oh Leonor, outra vez, mas não consegues mesmo trincar isso?" "Mãe, não, faz me impressão mesmo!" - diz me a Leonor.

A Sofia, que anda "fresca" e um pouco competitiva com a irmã diz:
 "Eu se pudesse comer, conseguia de certeza!"

Eu, fiquei feita "parva" a olhar para ela - já tinha percebido que ela levava "bem" o facto de não puder comer os alimentos com glúten mas aproveitar-se desse facto ainda não tinha ouvido - sinceramente só consegui dizer "Ah pois claro que sim, sua fresca!" - não consegui me aborrecer com ela pois tive um misto de sentimentos  mas se formos a ver é muito possível que ela leve bem tudo. Nunca conversei a fundo com ela sobre isto, vou estando atenta aos sinais, bons ou maus.



Como sempre digo, deve-se sempre relativizar e não dar demasiada importância e sim viver da melhor maneira com o que temos - essa é SEMPRE a mensagem que passo para as minhas filhas!!

E divirtam-se...que a vida é curta!!


domingo, 23 de julho de 2017

Outra ótima opção de pão sem glúten ...com a farinha de castanha!

Já tinha a farinha de castanha Amálgama há algum tempo em casa....mas ainda não sabia bem no que fazer e no meio de final de aulas, reuniões e uma festa de aniversário no meio ainda não me tinha decidido. Esta ultima semana já foi mais calma de trabalho e pensei que podia experimentar uma mistura de farinhas diferente e colocar parte desta farinha e ver o que dali saia.

A Amálgama é uma empresa com sede em Vila Nova de Famalicão e que tem como principal objectivo valorizar a castanha do concelho de Vinhais. Produz esta delicada farinha de castanha isenta de glúten que eu comprovo que é muito fina e leve e que acabou por dar uma textura mais fofa ao pão sem glúten que fiz e o sabor é também mais saboroso.

O pão ficou ligeiramente mais escuro, mais saboroso e... (não sei se já disse?) mais fofo!!

A receita foi um improviso daquela que já costumo fazer: 

O que vão precisar...

350 g de farinha Mix Pan da Schar
100g da Farinha de Castanha Amálgama
50g de farinha de arroz da Ceifeira
8 g  de fermento seco da Schar
20 g de psyllium husks
500 g de água
10g de açucar ou mel
10g de sal 
10 a 20 g de azeite

Na Bimby...

Pré aquecer o forno a 40/50ºC
Coloco 500g de água no copo e de seguida o fermento depois são 2 min/37ºC/vel 2.
Antes da próxima etapa misturo as farinhas numa taça assim como o sal, o açúcar e o psyllium husks... depois coloco tudo na copo, coloco depois o azeite e...
São uns 3 minutos e opção Espiga.
Desligue o forno....
Coloque a massa obtida numa forma já com papel vegetal colocado previamente e coloque no forno tapado com um pano ou com papel vegetal e espere 40 minutos ou até que dobre o volume da massa..
(se quiser que faça crosta como também fiz aqui, coloque farinha de arroz por cima da massa)
Depois é só ligar o forno a 180ºC  e deixe cozer por 40 minutos ( conforme o forno, vá testando com o palito para o pão estar cozido conforme gosta)

Numa Batedeira....

Pré aquecer o forna a 40/50ºC
É tudo igual mas podem usar água morna quando juntam com o fermento e o açucar e batem levemente ou apenas ainda numa taça sem batedeira.
Depois noutra taça misturo as farinhas numa taça assim como o sal e o psyllium husks.
Depois junta na mistura anterior  e junta ainda o azeite e bata na batedeira durante uns  3 a 4 minutos ( tem que ir espreitando) 
Desligue o forno....
( o resto é igualzinho à opção Bimby)


Só posso aconselhar a experimentar esta farinha de castanha pois para além da garantia de isenção de glúten é realmente muito boa!!  A próxima vez vou experimentar  num bolo/doce e já posso dizer com mais segurança que...... vai sair bem de certeza!!


Obrigado Amálgama!!

Desfrutem e divirtam-se!!




domingo, 16 de julho de 2017

Ela já tem 9 anos!!

Eu confesso... sou daquelas mães que adoram planear a festa de aniversário dos filhos e torná-los sempre...especiais! Por exemplo, este ano a festa da minha Sofia (a mais nova - fez 6 anos) foi uma pequena loucura - ela faz anos a 30 de Outubro e resolvi, desta vez,  fazer uma festa alusivo ao Hallowenn - a miudagem aderiu e eu também aproveitei - prometo que conto tudo numa próxima!

A minha Leonor já tinha feito um pouco de tudo para uma festa de aniversário no verão - piqueniques com toda a logística atrás; num espaço alugado; em casa (a pedido da própria); no Pavilhão do Conhecimento (adorou) e no ano passado encontrei um espaço porreiro com ringue e a miudagem levou desde bicicletas, bolas a patins (eles adoraram mas eu estava sempre com o coração nas mãos a ver quando é que alguém se magoava) - este ano lá andava ela a pedir me que fosse em casa de novo (é caranguejo que doí - caseira ao máximo) e eu já a lembrar-me da loucura da festa do Hallowenn cá em casa ( já disse que foi uma pequena loucura?) e assim de repente lá me veio a ideia:
 - "E se convidasses amiguinhas tuas para a festa e dormiam cá em casa, fazíamos uma espécie de Festa de Pijama mas só podias convidar umas quatro (de outra forma ninguém dormia bem)?"

Se vocês vissem a cara dela - os olhos cintilavam!! -   SIM!!!

  Foi no fim de semana passado que festejámos o 9º aniversário da Leonor. Convidei só os tios e avós e as amigas ansiosas pela noite ( durante a semana anterior planeavam com a Leonor o que iam fazer na festa). Foi uma delicia vê-las a jogar, a desfilar vários fatos, a cantar e a fazer vídeos no tablet qual youtuberes com programa, fãs e atenção hanstag festa de pijama - #festadepijama - não estivéssemos na era dos blogues, insta e youtube! E as conversas delas à noite (eu não tenho a culpa que elas falam alto) são maravilhosas, houve uma delas que a certa altura diz: "Não se esqueçam que tudo o que estamos a falar aqui não é para falar lá na escola" - esta frase faz-me ter também 8/9 anos reviver conversa com as minhas amigas - é tão bom!! Sim, também foi cansativo - elas só adormeceram à uma e tal da manhã e pasmem-se acordaram às oito da manhã - mas ela ADOROU - e isso é o mais importante!!

Quanto à mesa não foge das mesas de festas de crianças no verão, mas desta vez - e passados três anos de não confiar o bolo de aniversário a ninguém para que seja isento de glúten e igualmente lindo - eu depositei toda a minha confiança na Rapariga do Blog ao Lado para fazer o bolo  de aniversário com o tema - Luna!! Já sigo o seu blogue desde o inicio de tudo e os bolos que ela tem feito são lindos - quando se tem "mão" para a arte de decorar bolos e se gosta é meio caminho para correr muito bem! E não é que foi o que aconteceu e o bolo para além de lindo estava DELICIOSO!!


Está lindo não está? As minhas miúdas adoraram!!

Para além do bolo, tudo o resto era sem glúten - para uma festa de verão (em casa) aqui vão algumas ideias:



Espetadas de Fruta



Pasteis de Bacalhau


                                       Gelatinas                                                  Delicias de Leite ( autoria da tia)


Sobremesa de chocolate e morango
Ideia que já veio daqui mas que coloquei em individuais


Palitos de Cenoura


O molho do Ricardo 
(é assim que eu o chamo - é o molho que o tio das miúdas traz sempre e que é delicioso e muito fresco para petiscar com tostas)

Só precisam de picar ...

  Delicias do Mar  SG (Pescanova)

 Alface

Maça Golden

Cebola

E misturar com...

Maionese SG ( Vianeza)



Não se esqueçam da limonada (bimby) no dispensador mais fixe e que todos adoram (miúdos e graúdos) e que encontram na Tiger (já agora porque não dividir a compra com uma amiga ou alguém da família para usar nas festas de ambas?)


E voilá..... Divirtam-se e desfrutem!!